scroll.gif

Acompanhe a corrida do título para testemunhar a coroação do próximo Campeão Mundial de Surfe.

Pipe
Dec 08–20

headshots_men.png

Maui
Nov 25–Dec 06

 
title_background_watchlive.png
 

Siga a jornada 

Gabriel Medina, Filipe Toledo e Julian Wilson. Stephanie Gilmore e Lakey Peterson. Eles lutaram contra rivais e a natureza em nove meses e cinco continentes para chegarem até aqui: à beira do próximo título. Veja como eles conquistaram seu espaço.

Voce está convidado para o Grupo exclusivo de Super Fãs Brasileiros no Facebook. Entre agora. 

 
title_background_2.png
 

Quiksilver & Roxy Pro Gold Coast

Wilson saiu na frente. Ele domou os tubos da Gold Coast e saltou para uma liderança inicial. Seria este finalmente o seu ano?

Peterson começou na Gold Coast com força, definindo o tom para 2018, pegando tubos enormes em Kirra. Ela está em busca de primeiro título - e ganhar o primeiro evento teve aquele brilho especial.

 
title_background-1.png
 

Rip Curl Pro bells beach

Italo Ferreira roubou o show com sua primeira vitória no CT, Julian caiu em 13º, mas segurou a lycra amarela (Jeep Leader Jersey), e Medina terminou em 3º - será que o Campeão do Mundo de 2014 voltaria pra disputa?

Gilmore reagiu em Bells, estabelecendo uma rivalidade entre as duas que ia dominar a conversa, e os resultados, pelo resto do ano.

 
title_background-2.png
 

oi rio pro

Santo Toledo! O Rio era vintage, e o elétrico Filipe Toledo venceu o evento e se juntou a Wilson no topo da tabela de classificação - O Jeep Leaderboard. São dois eventos com vitórias brasileiras até aqui…

Gilmore vence novamente. Duas vitórias seguidas da hexacampeã mundial? Estaria ela já concorrendo ao heptacampeonato?

rio_women.jpg
 
title_background-3.png
 

corona bali protected

Italo ganha, somando três vitórias consecutivas pro Brasil, Wilson perde a lycra amarela de líder (a Jeep Leader’s Jersey) e Toledo sobe para o segundo lugar. Onde está Medina? Ele não apareceu em uma final durante todo o ano ...

Peterson iguala a pontuação ao vencer seu segundo evento do ano em Bali. Dos quatro eventos do ano até aqui, o placar está Gilmore - 2, Peterson 2 - seria essa uma disputa acirrada pelo título de 2018?

 
title_background-4.png
 

margaret river pro / uluwatu ct

Wilson foi pra final e ficou em 2º lugar, enquanto Medina e Toledo ficaram em 5º.

ulu_winners.jpg

Gilmore eliminou a liderança de Peterson, mas ambas perderam cedo no evento.

 
title_background-5.png
 

Corona Open J-Bay

Toledo não apenas venceu, ele dominou, surfou com explosividade, força e mais velocidade do que qualquer um está acostumado a ver em uma prancha de surfe. E a vitória deu a ele o primeiro lugar e a lycra amarela do Jeep Leader.

As mulheres conquistaram a África do Sul, e Gilmore desbravou J-Bay a caminho de uma grande vitória em cima de - você adivinhou - Lakey Peterson. Será que essa final se tornaria uma prévia do show da corrida do Título?

 
title_background-6.png
 

Tahiti pro teahupo’o + Vans us open of surfing

Onde está o Medina? Ele está aqui. Medina está no pódio do Tahiti novamente depois de uma vitória dramática, e está pronto para fazer o tipo de final de temporada que lhe deu fama em primeiro lugar. Toledo fez seu melhor resultado no Taiti, um terceiro lugar, o que é bom o suficiente para mantê-lo em primeiro lugar no Surf Ranch.

medina.jpg

Gilmore atacou na Final em Huntington Beach e pressionou Peterson - há apenas três eventos restantes na temporada, e Gilmore está levando por enquanto.

gilmore.jpg
 
title_background-7.png
 

surf ranch pro

Medina faz duas vitórias consecutivas, derrotando um Toledo “voador”, e se aproximou do primeiro lugar no ranking.

medina.jpg

Gilmore e Peterson ficaram em segundo e terceiro lugares, o que significava que a corrida ainda estava em andamento, mas com uma vitória na França, Gilmore conseguiria conquistar o título.

gilmore.jpg
 
title_background-8.png
 

Quiksilver & Roxy Pro France

Wilson apareceu do nada para ganhar o evento e reentrar na corrida do título! E talvez mais importante, ele fez isso vencendo Medina na semifinal. Quanto a Toledo, ele desistiu na terceira rodada e, pela primeira vez desde J-Bay, entregou a lycra amarela do Jeep Leader para Medina.

Gilmore perdeu! Peterson perdeu uma oportunidade de ganhar terreno e caiu na bateria seguinte. Com ambas as competidoras fora na terceira rodada, tornou-se fato: o título mundial de 2018 seria decidido entre Gilmore e Peterson no Honolua Bay no Havaí.

 
title_background-9.png
 

meo Rip Curl Pro Portugal

 

Medina tinha o troféu em sua mira. Uma vitória no evento aqui conquistaria o título, mas Medina perdeu para Italo em uma semifinal elétrica e a tabela foi definida: Medina x Toledo x Wilson disputando o título mundial de 2018 no Billabong Pipe Masters.

 
 
title_background-10.png
jeepleaderboard.png
Gabriel Medina Filipe Toledo Julian Wilson
Quiksilver Pro Gold Coast 13th 5th 1st
Rip Curl Pro Bells Beach 7th 11th 1st
Oi Rio Pro 5th 2nd 1st
Corona Bali Protected 5th 2nd 3rd
Margaret River Pro / Uluwatu CT 4th 2nd 1st
Corona Open J-Bay 3rd 1st 2nd
Tahiti Pro Teahupo'o 2nd 1st 3rd
Surf Ranch Pro 2nd 1st 3rd
Quiksilver Pro France 1st 2nd 3rd
MEO Rip Curl Pro Portugal
1st 3rd 2nd
Stephanie Gilmore Lakey Peterson
Roxy Pro Gold Coast 5th 1st
Rip Curl Pro Bells Beach 1st 2nd
Oi Rio Pro 1st 2nd
Corona Bali Protected 2nd 1st
Margaret River Pro / Uluwatu CT 2nd 1st
Corona Open J-Bay 1st 2nd
Vans US Open of Surfing 1st 2nd
Surf Ranch Pro 1st 2nd
Roxy Pro France 1st 2nd
 
title_background_2.png
 
scroll.gif

Acompanhe a corrida do título para testemunhar a coroação do próximo Campeão Mundial de Surfe.

Pipe
Dec 08–20

headshots_men.png

Maui
Nov 25–Dec 06

 
title_background_watchlive.png